ESTIMULADORES DE COLÁGENO

TIPOS DE ESTIMULADORES DE COLÁGENO

1. Skinbooster é uma intradermoterapia ou mesoterapia, são utilizadas injeções na pele, com o objetivo de oferecer uma hidratação imediata.
Nesse tratamento a substância que é injetada é uma combinação de ácido hialurônico de baixa concentração com outras substâncias que auxiliam na hidratação imediata. O resultado do Skinbooster é uma pele mais jovem com um visual mais saudável. Esse tratamento já é reconhecido por sua eficácia e por não oferecer riscos.

2. Bioestimuladores
Os bioestimuladores tem a função de acelerar a produção de colágeno pelo nosso corpo. São uma grande opção para repor colágeno e estão em alta nos consultórios, por também servirem como volumizadores.
Em síntese, são substâncias injetáveis e que estimulam as células (fibroblastos) do nosso corpo na produção de colágeno. Dessa forma, a grande vantagem é que são biocompatíveis e bioabsorvíveis, ou seja, não agridem o corpo e são absorvidas sem prejudicar o organismo.
Atualmente, entre os mais conhecidos estão ácido polilático, hidroxiapatita de cálcio e policaprolactona. Cada um age no organismo de uma forma e tem indicações específicas. As principais marcas do mercado são: Sculptra (Ácido Polilático), Radiesse (Hidroxipatita de cálcio), Diamond (Hidroxipatita de cálcio) e Ellanse (Policaprolactona).

3. Fios de Polidioxanona (PDO)
O Fio PDO é um monofilamento sintético 100% biodegradável e absorvível pelo organismo utilizado há muitos anos principalmente como sutura em cirurgias internas, notou-se que as cicatrizes ficavam bem menos evidentes com a utilização deste fio e a pele com excelente aspecto.
A partir de então foram realizados diversos estudos para aplicação na face e corpo para estimulação intensa de colágeno e elastina, sendo usados portanto como lifting facial não-cirúrgico , através de finas agulhas (de acupuntura) para tratamento de flacidez, rugas, volume imediato, estímulo do colágeno e revitalização cutânea, promovendo um lifting dermosustentável.

4. Fototerapia
Esse protocolo tem como objetivo a reabilitação funcional estética com laser/Led de todo o sistema Músculo Aponeurótico Superficial, que por sua vez, estimula a síntese de colágeno (Terapias de Estímulo ao Colágeno) e melhora o tônus muscular, promovendo uma perfeita hidratação da pele, com efeito de luminosidade, clareamento e lifting imediato.
Esse protocolo é realizado numa sequência semanal e com números de sessões de acordo com a necessidade do paciente, prévio a Aplicação de Toxina Botulínica e/ ou Ácido Hialurônico.

5. Microagulhamento
é um tratamento em que são usadas diversas agulhas esterilizadas e de aço cirúrgico, que pode estar dispostas em um rolo (que tem, em média, 200 agulhas), para facilitar sua aplicação. Esse rolo é aplicado na pele, provocando pequenas perfurações , que aumentaram a vasodilatação, estimularão a formação de colágeno e também aumentam a absorção de alguns medicamentos direto na pele.
Dessa forma, o microagulhamento pode ser usado para diversos problemas de pele, como envelhecimento, flacidez, cicatrizes de acne ou queimaduras, estrias e manchas na pele (como o melasma, por exemplo).

6. PRF ( Plasma Rico em Fibrina ou Fibrino Terapia)
O tratamento é bem rápido, e simples. É tirado uma amostra de sangue do próprio paciente, em seguida o líquido é centrifugado num aparelho específico, que separa o plasma rico em fibrina. Esta manipulação do plasma deve ser bem cuidadosa.
Essa técnica pode ser usada em conjunto com outras técnicas como por exemplo usar com fios de PDO para potencializar e durar mais tempo.
Muito utilizada para meslasmas , clareamento de manchas, olheiras ,marcas de acnes, cicatrizes, feridas crônicas.
É necessário uma avaliação clínica pra poder selecionar a melhor técnica para cada caso individualmente.